Organizações Não-Econômicas e Filantrôpicas
  • Aspectos Legais e Tributários
  • Por Gilberto José de Andrade Filho
  • Compre aqui
Estamos há 17 anos ajudando você a atingir os resultados desejados! Associe-se hoje mesmo! Nossos associados contam com atendimento personalizado
e acesso à nossa base de dados
Adquira já o seu livro

ARTIGOS

Para reflexão!


Ultimamente fala-se a todo o momento das estratégias de marketing e suas ações sem, contudo informar com precisão a verdadeira essência da palavra marketing.

Por: José Floriano Pinheiro Silva Floriano
zp4marketing@hotmail.com

Prezados amigos e colegas,

“Marketing é atualmente, uma palavra de ordem em todas as organizações de sucesso”; apesar de encontrarmos suas raízes ao longo da história da humanidade, na própria gênese do comércio o marketing é um campo de estudo novo se comparado com os demais campos do saber. O estudo do mercado surgiu da necessidade dos industriais em administrar a nova realidade, oriunda da Revolução Industrial que causou uma transformação de um mercado de vendedores para um mercado de compradores. Naquele estágio o marketing ainda era inseparável da economia e da administração clássica, pois inicialmente sua preocupação era puramente de logística e produtividade, para a maximização dos lucros. Os consumidores não tinham qualquer poder de barganha e a concorrência era praticamente inexistente.

A formação da palavra é data de 1902, quando foi citada como conteúdo de um curso de economia; naquela época no indicio do século XX os economistas já preocupavam em entender melhor o constante movimento do mercado.

Aí surge o marketing formado pela palavra market (de mercado) acrescido do sufixo ING (gerúndio da língua inglesa) caracteriza como: “Movimento que está ocorrendo naquele instante”; e em substantivando a expressão tem-se: “Ação exercida no mercado”.

Segundo Professor Philip Kotler, “Mercado é uma arena para trocas potenciais” caracterizado por uma série de indivíduos demandando necessidades e desejos e este supri-os com produtos e serviços específicos.

Em marketing, o mercado é visto por duas óticas: o mercado interno, formado por colaboradores da empresa e o mercado externo, formado pelos clientes; aqueles que vão consumir os produtos e serviços ofertados.

Em virtude das suas ações o marketing evidencia-se como a mais inteligente forma de relacionamento humano, ou seja: “servir ao próximo”, pois baseia no entendimento de saber qual a necessidade ou desejo humano a ser contemplado em uma relação.

Oficialmente como ciência o marketing chegou ao Brasil na década de 50; e mesmo ainda não sendo uma profissão regulamentada, já encontra em destaque com mais de trinta ocupações no link do Ministério do trabalho e emprego e a Associação Brasileira de Marketing e Negócios e a Escola Superior de propaganda e Marketing, preocupadas com a prática exercida pelos profissionais da área criaram o código de ética dos profissionais de Marketing já em pleno vigor.

A Primeira faculdade de Marketing do Brasil foi reconhecida pela portaria 246 de 11 de fevereiro de 1994 do Ministério da Educação e Desporto, através da iniciativa do já falecido executivo Davino Pontual e estimamos existir hoje no mercado brasileiro, aproximadamente dois mil profissionais e em torno de um mil e quinhentos em formação, com aproximadamente 10 faculdades de marketing (graduação em marketing “puro”).

O marketing é hoje uma ciência social, comprovadamente necessária a qualquer organização com ou sem fim lucrativo e necessário ao setor público, privado e social e as suas atividades produtiva: primária, secundária, terciária e quaternária; baseado em recentes pesquisas, tivemos a seguinte informação: Em um mercado com 120 diferentes profissões de curso superior, aproximadamente 4% das vagas já são ofertadas para os profissionais de Marketing, com salários expressivos para ocupantes de Vice-presidência de Marketing em empresas globais.
O que diferencia o novo marketing praticado no século XXI para o praticado no século XX são as palavras: Ética e responsabilidade social.
Onde concluímos que o perfeito conceito de Marketing para a atualidade é “O processo de identificar, conquistar e manter clientes encantados, gerando trocas de valor para as partes envolvidas de forma ética e com responsabilidade social”.
Pelas razões acima expostas é que se recomenda a todas Organizações quer públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativo ou mesmo a pessoas públicas que tenham como missão interagir com o mercado procurar a assessoria de um Profissional de Marketing para em consonância com o mercado desenvolver projetos compatíveis com suas necessidades e desejos.


Fonte: José Floriano Pinheiro Silva Floriano






Localização

Entre em contato

Contact form submitted

Links Úteis