Organizações Não-Econômicas e Filantrôpicas
  • Aspectos Legais e Tributários
  • Por Gilberto José de Andrade Filho
  • Compre aqui
Estamos há 17 anos ajudando você a atingir os resultados desejados! Associe-se hoje mesmo! Nossos associados contam com atendimento personalizado
e acesso à nossa base de dados
Adquira já o seu livro

ARTIGOS

Para reflexão!


O maior objetivo de uma Organização é incrementar seus negócios para obter lucros; para tanto é importante entender que, o ideal para isto é conciliar relacionamento externo com interno.

De Jose Floriano Pinheiro Silva

A criação de um programa voltado para a aplicação do endomarketing, ou em simples palavra o marketing dentro da empresa, nada mais é que utilizar os conceitos dos famosos quatro p´s. Onde o produto é o conjunto de empregados e os benefícios a eles oferecidos; o preço é o valor de cada um, englobando não só os custos empregatícios mais o valor de sua participação nos lucros da empresa (item de difícil mensuração); a praça vai do local de trabalho, a sala de estar e a cultura organizacional; finalizando com a promoção que é feita através de técnicas de comunicação eficaz, da capacitação, da motivação e do incentivo.

O conceito de Endomarketing ou Marketing interno já não é novidade para as Organizações de sucesso; o mercado de trabalho assistiu à mudanças nas denominações de “empregado” para “funcionário” e mais recente, para “colaborador”.
À medida que as Organizações conscientizam da importância do comprometimento e da satisfação do seu público interno para atingir suas metas, manter uma boa imagem e implementar a qualidade nos processos, assumem compromisso de maior permanência nesta grande arena globalizada.

Na prática do endomarketing o importante é compreender estar lidando com critérios subjetivos, que exige um constante trabalho de sintonia apurada, um esforço incansável no relacionamento com os clientes internos e esta é portanto, uma experiência nova no mercado.
Necessário se torna que as Organizações, através de seus administradores aproveitem os ensinamentos sobre essa importante ferramenta, e procure assimilá-la com maior rapidez, de forma que saiam na frente na conquista e retenção de valiosos colaboradores e entender para onde a Organização está indo e os papéis relevantes do diversos colaboradores nesse contexto é a tarefa primordial do endomarketing.

Pois, mais que um nome ou uma marca, endomarketing é um conceito, uma postura, uma atitude, um comportamento, uma ferramenta que corresponde uma nova abordagem nos mercados mais exigentes.
Segundo Levit: “Se uma Organização espera atingir objetivos fora, primeiro precisa certificar de que todos os seus colaboradores estão comprometidos com os objetivos planejados”; e uma Organização de sucesso precisa considerar que sua principal função, reside não somente na produção de bens e serviços, mas, sobretudo, na prospecção e retenção de clientes (fidelização), sempre realizando coisas que levem as pessoas a preferi-la em detrimentos dos diversos concorrentes.
Pois vivemos uma era marcada por mercados orientados para clientes.

Assim sendo, a orientação também direcionada para o cliente interno já é algo que vem acontecendo diante dos nossos olhos em Organizações brasileiras qualificadas como de primeira ordem.

Para isso é preciso superar a noção do marketing como mera atividade de propaganda, mas sim, de ações variadas que deve estar presente na Organização de ponta a ponta; do departamento de finanças a logística, do desenvolvimento do produto a área de informática e sistemas; passando ainda, pelas vendas e pelo departamento de recursos humanos.
Para tanto, o endomarketing deve preceder ao marketing externo, que desenvolve uma visão holística que circunda o corpo a mente e a alma das Organizações.

Como sabemos todo sucesso em que envolve o mercado japonês está justamente na ênfase dada ao fator humano nas Organizações. E nós, no contexto brasileiro e do MERCOSUL, devemos estar atentos a este fato, pois o que está em jogo não é só o crescimento econômico mais sim, a sobrevivência das empresas, a geração de mais empregos e riquezas para o País e nas Organizações bem sucedidas, o sucesso advém do reconhecimento que os seus principais clientes são sem dúvida os seus colaboradores; pois segundo pesquisas é mais econômico reter um bom colaborador que conquistar um novo.
Em síntese, conforme ensinamento de Saul Bekin: “A missão do endomarketing é cumprir o que marketing promete”.

Um abraço,
José Floriano

Fonte: AG & JG






Localização

Entre em contato

Contact form submitted

Links Úteis