Organizações Não-Econômicas e Filantrôpicas
  • Aspectos Legais e Tributários
  • Por Gilberto José de Andrade Filho
  • Compre aqui
Estamos há 17 anos ajudando você a atingir os resultados desejados! Associe-se hoje mesmo! Nossos associados contam com atendimento personalizado
e acesso à nossa base de dados
Adquira já o seu livro

ARTIGOS

Para reflexão!


Por se mostrar um campo minado por vícios, mentiras, ideologias e regido por sistemas ultrapassados, conforme informações noticiadas na mídia nos últimos dias fica cada vez mais difícil identificar um político honesto para nos representar a partir do próx

De José Floriano

Prezados amigos e Colegas,

Ao analisarmos o perfil das pessoas, que desde já posicionam na condição de pretensos candidatos defrontamos em parte, com alguns elementos que atualmente ou no passado, no exercício do mandato tiveram oportunidades de fazer as mudanças estruturais sonhadas pela sociedade, e vacilaram praticando ações que só beneficiaram a si e a grupelhos a seus serviços; utilizando dos cargos políticos para enriquecimento ilícito, tráfego de influências e outros, ainda desconhecidos por aqueles que trafegam com desenvoltura no mundo do crime; esquecendo, portanto das propostas de campanha que contemplava as necessidades primordiais de grande número da sociedade brasiliense que neles depositaram os seus votos de fé e esperança de melhores dias.

Mas em síntese, qual será o político ideal, no qual nós eleitores brasilienses poderemos depositar o nosso voto, na certeza que atuará de forma ética e responsável no comando da nossa querida Brasília prestes a ingressar na melhor idade, Arruda, Paulo Otávio, Eurides Brito, Leonardo Prudente, Brunelli, Benicio, Odilon Aires, o estreante Rogério Ulisses ou outros que mesmo reconhecidos pela sociedade brasiliense como desonestos, que ainda não tiveram os seus nomes citados nas maracutaias investigadas pela “Operação Caixa de pandora”?

Para nós eleitores conscientes, o político ideal é aquele que opera ações de relevância nas comunidades em que se encontra inserido; elemento possuidor de benéficas intenções, verdadeiramente honesto e patriota dotado de grande consciência, que o qualifica na condição de cidadão propenso a assumir no exercício do seu mandato mudanças que produzam efeitos positivos em prol da sociedade que representa.

Que seja imbuído da grande missão transformadora que sua ação política promoverá em benefício daqueles que estarão sob sua representatividade; fiscalizando e empregando com racionalidade e zelo os recursos públicos, na elaboração e aplicação de leis que venham atender as ansiedades das comunidades representadas; e que acima de tudo consiga com pudor e esmero separar o público do pessoal.

Essas são as qualidades mínimas exigidas, para que um homem público seja reconhecido pela sociedade como seu legítimo representante e dele se orgulhe.

Embora, pelas últimas notícias veiculadas pareça um ser em extinção, ele ainda existe; portanto é preciso que cada um identifique esse cidadão na sua comunidade e o faça entender da necessidade da sua presença na política de Brasília e do Brasil; pois só assim conseguiremos cecear a presença dos oportunistas e desonestos de primeira hora que na condição de nossos pseudos representantes mentem e dilapidam vergonhosamente o patrimônio público em benefício próprio e de seus apaniguados; senhores sem escrúpulo e dignidade que usam o mandato com a pretensão de acobertar os ilícitos praticados e como meio de subsistência de seus familiares e puxas-saco, figuras coniventes nas suas ações espúrias.

Em assim procedendo, na próxima eleição estaremos apontado na sociedade, cidadãos mobilizados e prontos a trabalhar em prol dos brasilienses que anseiam por uma cidade melhor.

Fonte: AG & JG






Localização

Entre em contato

Contact form submitted

Links Úteis